O papel das pessoas nos processos de mudança



Uma empresa passa por diversas mudanças ao longo de sua vida, pelas mais diversas razões. Seja devido à expansão, ou como consequência de uma redução de verba, ou até pela mudança de espaço ou localização, a mudança é parte do negócio. Por isso, a gestão de mudanças é um fundamento para a direção da empresa e o papel das pessoas nos processos de mudança é prioritário.


Atualmente, vivemos um cenário que exigiu de todos nós grandes e pequenas mudanças em nossa rotina. Dentro das empresas, novos métodos de trabalho foram adotados e novamente nos confrontamos com a necessidade de nos reorganizarmos e adotarmos novos hábitos.


A gestão da mudança é, então, um elemento inexorável dos negócios, e um trabalho exercido primordialmente pelo RH. O departamento precisa, sobretudo, conhecer os colaboradores e seu papel nesse processo para desenvolver estratégias eficientes que facilitem a mudança e garanta vantagens para a empresa durante esse tempo.


Desafio principal: a razão da mudança


É uma reação natural das pessoas em perguntar o “porquê?” da mudança. Basta vermos todas as mudanças que precisamos enfrentar ao longo de nossa vida. Nem sempre elas são confortáveis, mas todas vêm para ficar, e deixam marcas em nós. Cabe a nós sabermos utilizar esse processo para nosso benefício, e isso só se consegue por meio de uma consciência.


No ambiente de trabalho os colaboradores também enfrentam dificuldades com cada pequena mudança. Alguns mais, outros menos, mas todos precisam enfrentar o processo juntos. Por isso, é necessária uma construção de consciência que leve as pessoas a entender o que a mudança significará para elas.


Reduzir a resistência é primeiro passo


É comum que as mudanças organizacionais causem estresse e medo entre os colaboradores. Afinal, é um padrão humano procurar a estabilidade, pois somos animais gregários. O RH deve aliviar o estresse por meio da comunicação consistente, que anuncie o prazo de mudança, as etapas e o feedback durante o processo. A clareza nesse aspecto é fundamental.


A gestão de mudança eficiente demonstra para as pessoas a razão do processo pelo qual a empresa irá passar é importante para a empresa, e como ela afetará positivamente o trabalho de todos. Se essa tarefa for bem cumprida, a maior parte do trabalho estará feita, pois o processo de mudança será mais fácil e fluido.


A importância do suporte


A criação de suportes e programas de treinamento para as mudanças é outra etapa do trabalho do RH. É o departamento que irá criar essa rede de apoio e sustentação que permitirá às pessoas passarem por um processo de transição. Eles precisarão de ferramentas e apoio dos colegas de equipe, principalmente seus superiores.


Cada tipo de mudança exige uma rede de suporte e programas de treinamentos diferentes.


É preciso investigar qual sistema deve ser adotado e compreender que isso será fundamental para que nenhum sentimento negativo seja criado sobre a mudança.


Por essa razão, a gestão da mudança é fundamental para o RH, pois ao tratar tanto dos aspectos estruturais da organização, como os recursos físicos, contribuirá para facilitar o processo de transformação da empresa.


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo